Acusado de guardar armas do PCC teve permissão de colecionador

Acusado pelo Ministério Público de integrar a nova cúpula do PCC, Levi Adriani Felício era responsável por lavar dinheiro e guardar armas para a facção no Paraguai.

Segundo relatório da Polícia Federal, Felício teve certificado de registro como CAC (colecionador, atirador e caçador) junto ao Exército brasileiro, que disse ter cancelado a licença em 2017.

Mais notícias




O QUE É O GUIA DO ATIRADOR ESPORTIVO?

O Tiro Esportivo é um esporte fascinante. Com o Guia do Atirador, você terá um passo a passo para solicitar seu CR junto ao Exército Brasileiro sem necessidade de contratar despachantes caros.

Compre agora sua arma, sem precisar de despachante!

-