“Agiu em legítima defesa”, diz delegada sobre morador que matou assaltante no RS

Um assaltante foi morto ao tentar realizar um roubo a uma residência em Porto Alegre. O caso ocorreu por volta da 1h da madrugada desta terça-feira, 5, na rua Antônio Carlos Lopes, no bairro Medianeira.

De acordo com a Brigada Militar, o morador relatou que o homem invadiu o pátio da residência e anunciou um assalto. Portando uma faca, ele teria feito ameaças ao proprietário da casa. A vítima do assalto, inclusive, pediu que ele largasse a faca. Como o criminoso não atendeu ao pedido, o proprietário sacou uma pistola e efetuou três disparos.

Após ser atingido, o assaltante chegou a conseguir fugir do local, no entanto o corpo dele foi encontrado pelos policiais a 30 metros da residência. Como ele não estava com nenhum documento, não foi identificado. A Brigada Militar também informou a Polícia Civil de que o criminoso já teria conseguido assaltar a residência em outra oportunidade. Na ocasião, ele havia roubado alguns objetos.

Segundo a delegada Fernanda Generali, que atendeu a ocorrência, o morador agiu em legítima defesa.

“Essa é uma situação em que se aplica o artigo 25 do Código Penal, no meu entendimento, que reconhece a legítima defesa. Uma vez que a vítima estava se defendendo de uma agressão injusta. A pessoa ingressou na sua residência, pulou um muro de 3 metros de altura e anunciou um assalto portando uma arma branca, uma faca, dentro da própria residência da vítima”, explica a delegada.

Conforme a Polícia Civil, o morador tem o registro da arma e é atirador esportivo. O caso será investigado pela 2° Delegacia de Polícia Civil de Porto Alegre.




O QUE É O GUIA DO ATIRADOR ESPORTIVO?

O Tiro Esportivo é um esporte fascinante. Com o Guia do Atirador, você terá um passo a passo para solicitar seu CR junto ao Exército Brasileiro sem necessidade de contratar despachantes caros.

Compre agora sua arma, sem precisar de despachante!

-