Armado, sargento do CBMAM é preso ao fazer segurança em área invadida – Armas Online

| Foto: Divulgação

Manaus – O sargento Wellington Guimarães de Castro, lotado no Batalhão do Corpo de Bombeiros Militar do Amazonas (CBMAM), foi preso por porte ilegal de arma de fogo nesta quinta-feira (20). O militar estava armado com uma pistola Glock.380 e se apresentou como segurança de uma grande área de preservação ambiental que foi invadida no bairro Colônia Antônio Aleixo, Zona Leste de Manaus. 

Policiais da 28ª Companhia Interativa Comunitária (Cicom) foram acionados para averiguar denúncia de crimes ambientais em uma invasão. A ação foi conjunta com a Delegacia do Meio Ambiente (Dema), Secretaria Municipal de Meio Ambiente e Sustentabilidade (SEMMAS), Secretaria Executiva Adjunta de Inteligência (Seai) e Grupo Integrado de Prevenção a Invasões em Áreas Públicas (GIPIAP).

Chegando ao local, foram constatados diversos crimes ambientais, entre os quais, construções de balneários, viveiros e de uma ponte que está obstruindo uma nascente de rio.

Na invasão, Wellington se apresentou como segurança e estava com uma pistola Glock.380 e um carregador com 14 munições não deflagradas. Foi constatado que ele não possuía registro e nem o porte da arma de fogo.

Após os procedimentos na invasão, o sargento foi encaminhado para o 28º Distrito Integrado de Polícia (DIP), onde ele apresentou outra versão. 

De acordo com o delegado Wenceslan de Queiroz, titular do 28º DIP, Wellington alegou que estava naquela região verificando terrenos para comprar.  Na ocasião, foi arbitrada uma fiança, e caso não haja pagamento, ele será encaminhado para o Centro de Recebimento e Triagem (CRT), onde ficará à disposição da Justiça. 

A delegada Carla Biaggi, titular da Dema, que coordenou a operação, informou que, ainda durante a ação, outro homem, de 41 anos, também foi preso, em flagrante, pelos crimes de destruição de área de preservação permanente, ausência de licença ambiental e promoção de obra em solo não edificável. Ele alegou que estava construindo três viveiros para peixes, e que não sabia que era necessário ter uma licença ambiental para iniciar a construção. 

A titular explicou, também, que foi requisitada a aplicação de uma fiança a esse outro indivíduo. Caso não seja realizado o pagamento, o mesmo será encaminhado a CRT, e ficará à disposição da Justiça.

Resposta dos Bombeiros 

Em nota, o CBMAM informou que está acompanhando o caso e que tomará todas as providências administrativas necessárias.

“O Corpo de Bombeiros reitera seu compromisso com a sociedade e ainda informa que não compactua com qualquer tipo de postura ou ações ilícitas e/ou desvio de conduta que venham a ser desempenhadas por quaisquer de seus membros, sendo a principal interessada na apuração dos fatos”, diz o posicionamento.

Leia mais

Dono de embarcação é multado em R$ 75 mil por crime ambiental, no AM

PM acaba com rinha de galos e criação ilegal de pássaros em Manaus

Quatro pessoas são presas por extração ilegal de minério na AM-010




O QUE É O GUIA DO ATIRADOR ESPORTIVO?

O Tiro Esportivo é um esporte fascinante. Com o Guia do Atirador, você terá um passo a passo para solicitar seu CR junto ao Exército Brasileiro sem necessidade de contratar despachantes caros.

Compre agora sua arma, sem precisar de despachante!

-