Bando armado sitia centro de Criciúma, toma pessoas como refém e rouba em bancos

01 de dezembro, de 2020 | 07:07

Bando armado sitia centro de Criciúma, toma pessoas como refém e rouba em bancos

Homens fortemente armados tomaram conta das ruas de Criciúma, no sul de Santa Catarina, no começo da madrugada desta terça-feira (1). Tiros foram ouvidos por mais de uma hora pelos moradores, e os relatos são de que os criminosos assaltaram bancos na área central e fizeram reféns. Criciúma é uma cidade de pouco mais de 217 mil habitantes, localizada a 280 quilômetros rodoviários da divisa com o Rio Grande do Sul.

Segundo o prefeito Clésio Salvaro, os bandidos estavam posicionados em diversos pontos da cidade. Acredita-se que seriam cerca de 30 homens, em 10 carros. Os veículos foram encontrados abandonados em meio a uma plantação agrícola.

“Um ataque, uma operação muito bem planejada pelos bandidos. Estão em vários pontos da cidade. Também tentaram obstruir a BR-101, no túnel de Tubarão”, disse o prefeito no começo da madrugada.

A Polícia Militar de Criciúma informou que um soldado ficou ferido na operação e foi encaminhado para o hospital. Há relato de que outra pessoa também se feriu. De acordo com o tenente-coronel Cristian Dimitri Andrade, do 9° Batalhão da Polícia Militar, bancos do centro da cidade foram invadidos.

O ataque teve fim por volta das 2h. Segundo o major Eduardo Moreno, chefe da Central Regional de Emergência de Criciúma, os criminosos eram muitos, estavam em diversos carros e conseguiram fugir da cidade.

Depois das explosões e tiroteios, os criminosos saíram em comboio da cidade. O estado vizinho, do Rio Grande do Sul, cercou todas as suas divisas para tentar evitar a entrada da quadrilha.

Moradores relatam que foram mais de duas horas de troca de tiros entre os criminosos e policiais militares de Santa Catarina.

Vídeos que circulam nas redes sociais mostram criminosos armados, pessoas sem camisetas sentadas na faixa de pedestre, como se fossem reféns, carros escuros saindo da cidade e, depois, diversas notas de dinheiro espalhadas pelas ruas de Criciúma — e pessoas recolhendo as cédulas. Quatro pessoas foram detidas por suspeita de recolherem o dinheiro na rua.

No começo da manhã a Polícia Militar de SC divulgou a seguinte nota oficial:

“Por volta das 23h50 do dia 30 de novembro de 2020, criminosos fazendo uso de armas longas, munições de diferentes calibres, explosivos e coletes balísticos efetuaram um assalto em uma agência bancária de Criciúma, assim como efetuaram diversos disparados na área central e no 9º Batalhão de Polícia Militar (BPM). A ação criminosa, resultou em 2 pessoas alvejadas, sendo um deles um policial militar. O policial passou por uma cirurgia e apresenta um quadro de saúde que ainda inspira cuidados.

A Polícia Militar está empenhada em uma grande operação organizada, para uma pronta resposta nas buscas desses criminosos. O comandante-geral da Polícia Militar de Santa Catarina, Coronel Dionei Tonet, determinou o deslocamento de apoio de todas as equipes especializadas da PMSC, como o Batalhão de Operações Policiais Especiais (Bope), Choque, Batalhão de Aviação, Canil e Polícia Militar Rodoviária Estadual.

As policias Civil, Rodoviária Federal e Federal, estão atuando também na busca por informações que leve a captura dos criminosos. Todas as equipes de Inteligência das Forças de Segurança Pública também estão atuando em conjunto.

Até o momento, foram presas 4 pessoas que fizeram o recolhimento de parte das cédulas de papel que estavam jogadas ao chão em razão da explosão. Com os conduzidos foram localizados cerca 810 Mil reais.

Denúncias podem ser encaminhadas por meio dos telefones 190, ou pelo 181 da Polícia Civil, aplicativo PMSC Cidadão ou Rede de Vizinhos”.

Encontrou um erro, ou quer sugerir uma notícia? Fale com o editor: [email protected]




O QUE É O GUIA DO ATIRADOR ESPORTIVO?

O Tiro Esportivo é um esporte fascinante. Com o Guia do Atirador, você terá um passo a passo para solicitar seu CR junto ao Exército Brasileiro sem necessidade de contratar despachantes caros.

Compre agora sua arma, sem precisar de despachante!

-