Catar faz pedido formal de jatos F-35 | Cavok Brasil

O Catar submeteu um pedido formal aos Estados Unidos para comprar caças furtivos F-35, disseram três pessoas familiarizadas com o acordo, em um acordo que, se realizado, pode prejudicar os laços dos EUA com a Arábia Saudita e Israel.

O pedido dos jatos da Lockheed Martin foi apresentado pelo Estado do Golfo Pérsico nas últimas semanas, disseram as pessoas.

Um porta-voz do Departamento de Estado dos EUA disse: “Por uma questão de política, os Estados Unidos não confirmam ou comenta sobre propostas de vendas ou transferências de defesa até que sejam formalmente notificados ao Congresso”.

A embaixada do Catar em Washington, D.C. não respondeu imediatamente a um pedido de comentário.

Desejosos de combater o Irã na região, os EUA ajudam a armar aliados, incluindo o Catar, que abriga a maior instalação militar dos EUA no Oriente Médio e abriga 8.000 militares americanos e funcionários civis do Departamento de Defesa.

Catar faz pedido formal de jatos F-35 | Cavok Brasil 2O pedido segue um acordo de agosto entre os EUA e os Emirados Árabes Unidos, no qual Washington concordou em considerar dar ao Estado do Golfo a aprovação para comprar F-35s em um acordo paralelo a um acordo mediado pelos EUA chamado Acordo de Abraham para normalizar as relações diplomáticas com Israel.

Israel sinalizou forte oposição à venda dos Emirados Árabes Unidos e provavelmente seria tão resistente quanto a uma venda do Catar, temendo que pudesse minar sua vantagem militar no Oriente Médio.

Em Washington, uma quarta pessoa familiarizada com o assunto disse que a preocupação com as ligações do Catar com o Hamas frequentemente vinha à tona por causa da venda de armas ao estado do Golfo. Mas, no caso de um avião de guerra avançado como o F-35, pode ser um problema.

Uma das pessoas disse que a carta do Catar solicitando os jatos, o primeiro passo formal no processo legal de venda de militares estrangeiros, não estava diretamente ligada à adoção do Acordo de Abraham. Nem o Catar deu qualquer sinal de que normalizará os laços com Israel.

EUA e Catar têm laços estreitos. Em setembro, o secretário de Estado Mike Pompeo e o ministro das Relações Exteriores do Catar, Sheikh Mohammed bin Abdulrahman al-Thani, se reuniram em Washington, enquanto os EUA esperam avançar na nomeação do Catar como um importante aliado não pertencente à OTAN.

Apesar de serem aliados dos EUA, os negócios potenciais do Catar e dos Emirados Árabes Unidos F-35 devem satisfazer um acordo de décadas com Israel que afirma que qualquer arma dos EUA vendida para a região não deve prejudicar a “vantagem militar qualitativa” de Israel, garantindo que as armas dos EUA fornecidas a Israel sejam “superior em capacidade” àquelas vendidas a seus vizinhos.

A Arábia Saudita, o parceiro mais poderoso e próximo de Washington entre os estados do Golfo Árabe, também deve se opor aos Estados Unidos que fornecem F-35s para o Catar. Arábia Saudita, Emirados Árabes Unidos, Bahrein e Egito continuam em um impasse de três anos com o Catar que o governo Trump tentou encerrar, até agora sem sucesso.

Catar faz pedido formal de jatos F-35 | Cavok Brasil 3Uma carta formal de solicitação normalmente contém especificações que seriam usadas para fornecer dados de preços a um cliente, mas atualmente o F-35A, um caça furtivo de quinta geração, custa cerca de US$ 80 milhões.

Qualquer venda de F-35 poderia levar anos para ser negociada e entregue, dando a uma nova administração presidencial dos EUA tempo suficiente para interromper os negócios. Qualquer venda também precisaria da aprovação do Congresso.

A Polônia, o mais recente cliente do F-35, comprou 32 dos jatos, mas não receberá sua primeira entrega até 2024.


Fonte: Reuters




O QUE É O GUIA DO ATIRADOR ESPORTIVO?

O Tiro Esportivo é um esporte fascinante. Com o Guia do Atirador, você terá um passo a passo para solicitar seu CR junto ao Exército Brasileiro sem necessidade de contratar despachantes caros.

Compre agora sua arma, sem precisar de despachante!

-