CS 1.6 e CS:GO: veja referências ao Brasil nos jogos da franquia | Jogos de tiro – Armas Online

Counter-Strike é uma das franquias de maior sucesso da história dos videogames. A série de jogos da Valve conta com várias versões disponíveis, sendo o CS 1.6 e o CS:GO os mais conhecidos do público. Counter Strike Source e o Condition Zero também integram a lista. No Brasil, os games fizeram sucesso nas lan houses nos anos 2000 e continuam em alta, principalmente nos esports. Não à toa, os brasileiros ganharam homenagens dentro dos jogos. Veja, a seguir, momentos marcantes do Brasil que foram eternizados na franquia.

CS 1.6 foi febre nas lan houses brasileiras e franquia continua sendo sucesso até hoje com CS:GO — Foto: Divulgação/Ninjas in Pyjamas

Quer comprar jogos, consoles e PC’s com desconto? Conheça o Compare TechTudo

Mapa cs_rio inspirado no Brasil foi feito por fãs — Foto: Reproduçãon/Júlio AquinoMapa cs_rio inspirado no Brasil foi feito por fãs — Foto: Reproduçãon/Júlio Aquino

Mapa cs_rio inspirado no Brasil foi feito por fãs — Foto: Reproduçãon/Júlio Aquino

Em meados de 2001, a dupla Joca Prado e Roger Sodré criou o cs_rio, um mapa inspirado nas favelas do Brasil. O cenário rapidamente virou sucesso entre os jogadores do país e do mundo. Em 2008, sete anos após o surgimento do mapa, a 17ª Vara Federal da Seção Judiciária do Estado de Minas Gerais proibiu que o Counter-Strike fosse comercializado em todo o território nacional, devido à associação do mapa com criminosos e policiais. Essa decisão permaneceu em vigor até a meados de 2009 e marcou a história do título da Valve.

Grafiti de Marcelo “coldzera” David

Grafiti de coldzera no mapa da Mirage — Foto: Reprodução/Júlio AquinoGrafiti de coldzera no mapa da Mirage — Foto: Reprodução/Júlio Aquino

Grafiti de coldzera no mapa da Mirage — Foto: Reprodução/Júlio Aquino

Um dos maiores nomes do cenário internacional de Counter-Strike:Global Offensive,

Marcelo “coldzera” David é um pro player brasileiro eleito duas vezes como o melhor jogador do mundo de CS:GO, em 2016 e 2017. O atleta também ganhou uma homenagem dentro do game depois de protagonizar umas das jogadas mais incríveis da história.Tudo aconteceu na semifinal do MLG Major Championship: Columbus 2016, nos Estados Unidos. Durante um dos rounds da partida, coldzera se viu em uma situação complicada. Ao lado de seu parceiro de bombsite, Epitácio “TACO” de Melo, o player brasileiro viu os cinco players adversários correndo em sua direção.

Isolado na posição da van, na Mirage, cold pegou sua AWP, eliminou o primeiro oponente e deu um pulo seguido de um disparo. De forma certeira, o craque brasileiro abateu mais dois inimigos de uma única vez e finalizou levando mais um após o avanço do adversário. A jogada perfeita rendeu ao atleta um grafiti adicionado pela Valve na posição do acontecimento. O round vencido iniciou uma virada para equipe de cold, que naquele momento perdia de 15-9 e reverteu o placar para 19-15. Os brasileiros, que na época vestiam a camisa da Luminosity Gaming, venceram a competição e trouxeram o primeiro título de um Major para o Brasil.

Qué ota?” é um dos bordões mais conhecidos do jogo. A frase foi dita por Lucas “LUCAS1” Teles durante uma live. O jogador acertou um headshot de Desert Eagle e gritou a expressão. Logo depois do primeiro tiro, o pro player, que na época defendia a equipe da Immortals, aplicou mais um disparo eficiente e repetiu a frase. Hoje a frase é dita inclusive por pro players internacionais.

Nome da missão do CSGO em homenagem ao player brasileiro — Foto: Reprodução/ShowlianaNome da missão do CSGO em homenagem ao player brasileiro — Foto: Reprodução/Showliana

Nome da missão do CSGO em homenagem ao player brasileiro — Foto: Reprodução/Showliana

Nos últimos meses de 2019, o CS:GO adicionou uma nova operação para os usuários. A Shattered Web consistia em realizar missões semanais escolhidas pela Valve, e como recompensa, o player recebia alguns itens exclusivos da operação. Em um dos desafios, que tinha como objetivo acertar cinco headshots de Desert Eagle em um mapa especifico, a Valve optou em colocar a expressão do LUCAS1 como nome principal da missão.

Glock-18 da Amanda “AMD” Abreu

Em 2020, a Valve adicionou ao mercado uma nova caixa de armas, a Prisma 2. Entre tantas skins que fazem parte do box, uma delas merece um destaque maior. Desenvolvida pela brasileira Luiza McAllister, a Glock-18 Bullet Queen (Rainha da Bala, em português), é inspirada na ex-pro player Amanda “AMD” Abreu, e foi aprovada pela Valve. No momento a skin está disponível no mercado da comunidade e pode ser adquirida por R$ 1.479 mil na sua versão mais cara e R$ 245 na mais barata.

Glock-18 Bullet Queen em homenagem a pro player brasileira — Foto: Reprodução/ValveGlock-18 Bullet Queen em homenagem a pro player brasileira — Foto: Reprodução/Valve

Glock-18 Bullet Queen em homenagem a pro player brasileira — Foto: Reprodução/Valve

Luiza tinha quatro armas assinadas e disponíveis para compra dentro do CS:GO, e com a nova caixa, ela conseguiu adicionar mais duas. Além da Glock-18, a artista também conseguiu aprovação para Mag-7 Justice. AMD, como é popularmente conhecida, é uma ex-pro player de CS:GO. A jogadora passou por times como Bootkamp Feminina, Vivo Keyd e Black Dragons.




O QUE É O GUIA DO ATIRADOR ESPORTIVO?

O Tiro Esportivo é um esporte fascinante. Com o Guia do Atirador, você terá um passo a passo para solicitar seu CR junto ao Exército Brasileiro sem necessidade de contratar despachantes caros.

Compre agora sua arma, sem precisar de despachante!

-