Galgani encerra ano com dez medalhas de ouro e uma de prata

Tiro Esportivo

Paratleta de Sumaré conquistou dois títulos na semana passada, no Campeonato Brasileiro, último compromisso da temporada

Por Rodrigo Alonso

18 dez 2020 às 08:14

O paratleta Alexandre Galgani, natural de Americana e morador de Sumaré, encerrou a temporada 2020 com, ao todo, dez medalhas de ouro e uma de prata. As últimas conquistas vieram na semana passada, durante o Campeonato Brasileiro de Tiro Esportivo, no Rio de Janeiro.

Na ocasião, ele foi campeão nas provas R5 (carabina de ar, deitado) e R9 (carabina .22, deitado). O atirador de 37 anos, que representa o Sport Club Corinthians Paulista, também ficou em segundo lugar na R4 (carabina de ar, em pé). Cadeirante, Galgani compete na categoria SH2, em que o atleta usa um suporte especial para a arma.

Foco de Galgani para 2021 é a disputa das Paraolimpíadas de Tóquio, no Japão – Foto: Arquivo Pessoal

O evento aconteceu entre os dias 8 e 13, no Centro Militar. Com os resultados, o morador de Sumaré se tornou heptacampeão brasileiro da R5 e hexa da R9. Na R4, ele também já faturou seis títulos nacionais.

“O meu desempenho foi bom, mas essa prata que veio eu não esperava pegar não. Acabei indo bem mal nessa prova, muito abaixo da média da pontuação minha de treino. Mas, numa visão total, fui bem sim”, avaliou.

Neste ano, Galgani também conquistou três ouros na Copa Edmar Vianna de Salles, outros três na Copa Alberto Pereira Braga e dois na Copa Felipe Almeida Wu. “Foi um ano muito bom. Não posso reclamar não”, disse.

O paratleta conseguiu essas vitórias mesmo com os treinos prejudicados pela pandemia do novo coronavírus (Covid-19).

“O meu desempenho foi até que mais ou menos. Por causa da pandemia e tudo aí, deu uma quebrada nos meus treinos, mas eu não deixei de treinar. Mas eu acabei treinando só no meu estande mesmo e não consegui treinar fora. Isso prejudica muito, ficar treinando somente no mesmo lugar”, afirmou.

No próximo ano, o atirador quer disputar torneios internacionais e focar na preparação para os Jogos Paralímpicos de Tóquio – ele já tem vaga garantida na competição.

“Agora, é esperar o novo ciclo entrar no ano que vem, se Deus quiser, para retomar as competições internacionais e focar nas Paraolimpíadas, para chegar no meu auge e no ápice do treinamento às ‘Paras’”, projetou.




O QUE É O GUIA DO ATIRADOR ESPORTIVO?

O Tiro Esportivo é um esporte fascinante. Com o Guia do Atirador, você terá um passo a passo para solicitar seu CR junto ao Exército Brasileiro sem necessidade de contratar despachantes caros.

Compre agora sua arma, sem precisar de despachante!

-