Homem rouba pastor, se arrepende e pede perdão em carta: ‘Ando perdido’ – 17/12/2020

Um homem foi preso pelo crime de roubo circunstanciado, com uso de arma de fogo, após ser identificado pela polícia como o autor de uma carta em que pede desculpas ao proprietário de um veículo Renault Logan. O carro foi roubado em frente a uma igreja evangélica em Goiânia (GO), junto com dois aparelhos de telefone móvel da vítima. O crime ocorreu no dia 15 de novembro, logo após a vítima, que é pastor evangélico, terminar um culto.

A prisão de João Marcos Landmann, 28, ocorreu na tarde de ontem, em um imóvel localizado no conjunto Vera Cruz. Policiais da Delegacia Estadual de Repressão a Furtos e Roubos de Veículo deram cumprimento ao mandado de prisão preventiva expedido pela Justiça contra o investigado.

Segundo a polícia, o homem usava tornozeleira eletrônica havia dois meses e rompeu o dispositivo após o roubo do veículo do pastor. João responde na Justiça por outro roubo com utilização de arma de fogo, ocorrido em junho de 2019.

Uma foto do suspeito do crime foi divulgada pela Polícia Civil para que, caso haja outras supostas vítimas, elas possam reconhecer o investigado e procurar a Delegacia Estadual de Repressão a Furtos e Roubos de Veículos.

O veículo foi roubado na noite do dia 15 de novembro, logo após o término do culto. No dia seguinte, o carro foi localizado e devolvido ao proprietário. Depois, segundo a polícia, uma mulher entrou em contato com o pastor informando que havia encontrado um dos dois telefones que foram roubados e que iria devolver o aparelho.

“No ato da devolução, entregou também uma carta, supostamente escrita pelo autor do crime, que se dizia arrependido e pedia perdão à vítima”, informou a Polícia Civil de Goiás. A carta foi entregue pela vítima à polícia. Após diligências, investigadores conseguiram identificar o autor da carta e pediram à Justiça um mandado de prisão preventiva.

Pedindo perdão

Homem escreve carta após roubar pastor em GO

Imagem: Divulgação/Polícia Civil de GO

O homem inicia o texto pedindo perdão ao pastor e relata detalhes sobre a vida dele, dizendo estar arrependido pelo roubo. “Quero que saiba que estou muito arrependido e ferido com o que fiz. Eu não sou uma pessoa ruim, eu estava muito bêbado e drogado. Não que isso justifique meus atos, queria poder nunca ter feito isso, mas a verdade é que em algum momento em minha vida eu me afastei de Deus”, alegou o investigado.

Durante o texto, ele ainda relata que se escondeu no mato após o roubo, que está com medo de morrer e não quer voltar para a prisão. “Quero devolver seu carro e seu telefone também. (…) Eu ando meio perdido, não sei o que fazer. Aprendi na Bíblia que o perdão salva a alma, por isso eu imploro que o senhor e sua família me perdoem, por favor”, disse.

A carta é finalizada com a informação do endereço onde o carro do pastor foi deixado e mais pedidos de perdão do suposto autor do roubo.

Agora, o homem ficará preso à disposição da Justiça. A polícia informou que a pena pelos crimes que o homem foi indiciado é de mais de dez anos de reclusão.

O UOL tentou localizar a defesa do investigado na noite de hoje, mas não conseguiu. A Polícia Civil informou que nenhum advogado se apresentou para fazer a defesa do homem durante os procedimentos de prisão dele.




O QUE É O GUIA DO ATIRADOR ESPORTIVO?

O Tiro Esportivo é um esporte fascinante. Com o Guia do Atirador, você terá um passo a passo para solicitar seu CR junto ao Exército Brasileiro sem necessidade de contratar despachantes caros.

Compre agora sua arma, sem precisar de despachante!

-