“Ifood fake”: promoção entrega traficante que vendia LSD e skunk – Capital

Policiais da Denar (Delegacia Especializada de Repressão ao Narcotráfico) prenderam na tarde de ontem (3) traficante que fazia entregas em Campo Grande usando motoristas de aplicativo. Na casa de Willian Cezar de Oliveira Arinos, de 31 anos, policiais encontraram LSD e maconha do tipo skunk. O traficante tinha ajuda de uma prima no “delivery de drogas”.

De acordo com o registrado em boletim de ocorrência, anúncio em rede social chamou a atenção da polícia. Willian, que está em liberdade condicional, passou a ser investigado quando postou: “Promoção! A partir de R$ 200 em compras, ganhe na hora 10g de bucha! Aproveite por tempo indeterminado!”. Segundo a polícia, bucha, na linguagem de traficantes e usuários, é maconha.

Os investigadores também descobriram que Willian fazia entregas pessoalmente usando o próprio veículo, mas também atendia clientes usando motoristas de aplicativo – as plataformas de “caronas pagas” oferecem a opção do transporte de pequenos objetos. Outra estratégia do traficante era usar uma mochila de motoentregador para disfarçar o “delivery de drogas”, conforme apuração da polícia.

Na tarde de ontem, policiais estavam de campana na casa da prima de Willian, quando um carro estacionou, aparentando ser um motorista de aplicativo. A mulher entregou uma sacola ao condutor, que foi seguido pela equipe da Denar até a frente do Residencial Flamingos, condomínio na Vila Sobrinho, em Campo Grande.

Willian foi abordado na portaria, depois que o motorista lhe entregou a sacola. Segundo os policiais, ele resistiu, jogou um celular no chão, precisou ser algemado e ficou ferido no pescoço.

Na sacola, “havia um caderno com várias anotações de entregas, quantias e valores, além de um aparelho celular”, registrou a polícia. Na carteira do traficante, policiais encontraram 18 pontos de LSD. Já no apartamento e no carro dele, porções de skunk prontas para a venda.

Na casa, também encontrada uma pistola calibre 38 carregada com cinco munições intactas e cerca e R$ 9 mil em notas de 100, 50, 20, 10 e 5 reais. Segundo a polícia, o dinheiro trocado é típico do obtido com a venda de drogas.

Embora tenha negado ser traficante e alegado ter recebido o dinheiro de herança, Willian foi preso e responderá por tráfico e posse ilegal de arma de fogo.

Equipe também fez buscas na casa da prima, que fica no Bairro Rita Vieira, onde encontrou tabletes e porções de maconha e skunk, dinheiro trocado e uma munição calibre 38. Ela não foi presa, mas foi listada na ocorrência como suspeita.

drogas, armas e dinheiro apreendidos (Foto: Denar/Divulgação) “>drogas, armas e dinheiro apreendidos (Foto: Denar/Divulgação) “/>
Porções de drogas, armas e dinheiro apreendidos (Foto: Denar/Divulgação)



O QUE É O GUIA DO ATIRADOR ESPORTIVO?

O Tiro Esportivo é um esporte fascinante. Com o Guia do Atirador, você terá um passo a passo para solicitar seu CR junto ao Exército Brasileiro sem necessidade de contratar despachantes caros.

Compre agora sua arma, sem precisar de despachante!

-