Índia supera seis milhões de casos de coronavírus – 28/09/2020

Nova Délhi, 28 Set 2020 (AFP) – A Índia ultrapassou, nesta segunda-feira (28), seis milhões de casos oficialmente registrados de coronavírus e se aproxima dos Estados Unidos, país com o maior número de infectados no mundo, segundo dados do Ministério da Saúde.

Com 6,1 milhões de contágios, a Índia pode superar os Estados Unidos (7,2 milhões) nas próximas semanas.

A Índia é um dos países que mais preocupa os especialistas, devido à sua grande população – 1,3 bilhão de pessoas – e ao fato de possuir algumas das cidades mais densamente povoadas do mundo, com um sistema de saúde frágil.

O país registra oficialmente entre 80.000 e 90.000 novos casos todos os dias, o maior balanço no mundo há várias semanas.

Em termos de mortes, a Índia tem uma taxa muito menor do que outros países e registra oficialmente quase 100.000 óbitos desde o início da pandemia, enquanto os Estados Unidos, com cerca de um quarto de sua população, tem 205.000, e o Brasil, 140.000.

– “Armas contra o coronavírus” -No domingo, o primeiro-ministro Narendra Modi pediu à população que continuasse usando máscara fora de casa.

“Essas regras são armas na guerra contra o coronavírus. São ferramentas poderosas para salvar a vida de cada cidadão”, disse Modi em seu discurso mensal no rádio.

Cidades importantes como Mumbai e Nova Délhi foram as primeiras afetadas pelo vírus, que já se espalhou para regiões e áreas rurais, onde as infraestruturas de saúde são menos desenvolvidas.

“A infecção está se espalhando em várias áreas onde a transmissão é ativa”, disse à AFP a ex-ministra da Saúde Sujatha Rao. “É difícil controlar a transmissão em tal situação e uma mudança radical só será possível com a aplicação rigorosa de medidas de contenção e prevenção, como o uso de máscaras”.

Apesar do avanço da epidemia, analistas consideram improvável que o governo decida impor um novo confinamento, já que o primeiro, em março, afundou a economia do país. Pelo contrário, as autoridades continuam a suspender as restrições.

Algumas escolas reabriram. Trens, metrô, voos domésticos, mercados e restaurantes também podem funcionar normalmente e o Taj Mahal reabriu aos turistas há uma semana.

“A epidemia está bem arraigada na população”, disse à AFP Anand Krishnan, professor na estrutura pública de maior prestígio do país, o Instituto de Ciências Médicas da Índia (AIIMS).

“A única coisa que se pode fazer é cuidar dos enfermos, identificá-los mais rapidamente e tratá-los melhor. E seguir as regras de distanciamento social”, acrescentou.

Alguns residentes de Nova Délhi disseram à AFP que sua preocupação com o vírus não é tão forte quanto antes.

“Fico fora de casa o dia todo para trabalhar. Mas, quanto ao resto, não saio de casa”, disse Umang Chutani, de 23 anos, que trabalha em uma farmácia.

Himanshu Kainthola, 61, que esteve doente com a covid-19 no mês passado, mas se recuperou, também afirmou que a preocupação “diminuiu muito” em sua família.

“Aprendemos a conviver com isso. Estamos tomando as precauções necessárias e queremos aumentar nossa imunidade em vez de deixar o medo nos vencer”, apontou.

ash-grk/stu/jac/roc/lch/cac/pc/mar/mr




O QUE É O GUIA DO ATIRADOR ESPORTIVO?

O Tiro Esportivo é um esporte fascinante. Com o Guia do Atirador, você terá um passo a passo para solicitar seu CR junto ao Exército Brasileiro sem necessidade de contratar despachantes caros.

Compre agora sua arma, sem precisar de despachante!

-