Operação no Fonseca com um baleado e protesto – Armas Online




Uma pistolas/’>pistola calibre 9mm, rádio transmissor e drogas foram apreendidos na ação. Foto: PMERJ

Um confronto entre acusados de tráfico de drogas e policiais militares do Batalhão de Niterói (12º BPM) terminou com um baleado e dois presos, na noite de segunda-feira (30), na comunidade Vila Ipiranga, no Fonseca. Um dos detidos é apontado como líder do tráfico de drogas na localidade.

De acordo com a Polícia Militar, a operação teve como objetivo coibir o crime organizado e a venda de entorpecentes. Na chegada à comunidade, os policiais relataram que houve confronto e, após a troca de tiros, um jovem que estaria entre os criminosos foi baleado.

Ele foi encaminhado para o Hospital Estadual Azevedo Lima (Heal), também no Fonseca e o estado de saúde é grave.

Na ação, outros dois homens foram presos e levados para a Delegacia do Centro de Niterói (76ª DP). Foram apreendidos também uma pistolas/’>pistola calibre 9mm, um rádio transmissor, drogas e dinheiro.

Versão da família

Familiares e moradores protestaram contra a atuação da PM na comunidade. Foto: Marcelo Tavares

A família do jovem, de 19 anos, acusado de estar com os criminosos, que acabou baleado na operação, e moradores da comunidade protestaram contra a Polícia Militar e acusam os policiais de terem alvejado o rapaz à queima roupa com um tiro na região do abdômen enquanto ele teria ido a um bar comprar cigarros. 

Segundo os parentes, o rapaz é estudante do ensino
médio e já tinha sido preso, em novembro do ano passado, durante uma abordagem
na casa da família, que mora na comunidade, feita por policiais em busca de
informações sobre as lideranças do tráfico local. No entanto, o advogado do
estudante conseguiu na Justiça a liberdade condicional do rapaz, pouco depois
do carnaval, alegando inconsistência de provas.

A operação da última segunda-feira (30) aconteceu pouco mais de um mês após o rapaz ser solto. De acordo com os parentes, ele saiu de casa por volta de 18h para comprar cigarros em um bar da região.

“Ele saiu e eu fui para a calçada conversar
com vizinhos, quando ouvi o tiro. Achei que não fosse nada, mas depois vieram
me chamar que tinham acertado meu filho”, relembrou a mãe.

Familiares afirmam ainda que entre os policiais que
participaram da operação estavam os mesmos que entraram na casa deles da última
vez em novembro. O jovem foi socorrido pelo Corpo de Bombeiros para o Hospital
Estadual Azevedo Lima (Heal), no Fonseca. De acordo com os familiares, ele está
sob custódia. O estudante está matriculado no terceiro ano do ensino médio, no
Colégio Estadual José Bonifácio, também no Fonseca.




O QUE É O GUIA DO ATIRADOR ESPORTIVO?

O Tiro Esportivo é um esporte fascinante. Com o Guia do Atirador, você terá um passo a passo para solicitar seu CR junto ao Exército Brasileiro sem necessidade de contratar despachantes caros.

Compre agora sua arma, sem precisar de despachante!

-