Pistola do assassinato de Léo Veras foi usada em 7 execuções relacionadas ao PCC, diz Abraji – Armas Online

Os tiros que atingiram o jornalista brasileiro assassinado Lourenço Veras, o Léo Veras, 52,  foram disparados de uma glock“>Glock 9 mm. Esta mesma arma foi utilizada em execuções de ao menos outras sete pessoas na cidade paraguaia de Pedro Juan Caballero, vizinha a sul-mato-grossense Ponta Porã, cidade a 314 quilômetros de Campo Grande.

Todos os crimes estariam relacionados ao PCC (Primeiro Comando da Capital), publicou a Abraji (Associação Brasileira de Jornalismo Investigativo).

Exame de balística forense feita em na capital Assunção, identificou em cartuchos recolhidos na casa de Léo, o mesmo padrão de marca produzido pelo percussor da armas“>armas e drogas da facção, noticiada com exclusividade por Veras, que estaria apurando o envolvimento de policiais paraguaios na proteção aos traficantes. Léo também foi o primeiro a noticiar uma ação que resultou nas prisões de três integrantes do PCC foragidos da Penitenciária Regional de Pedro Juan Caballero, publicada quatro dias antes de sua execução.

 

Saiba o PASSO A PASSO exato para Posse de Arma de Fogo sem pagar despachantes,
sem advogados, sem curso de tiro e sem taxas adicionais





O QUE É O GUIA DO ATIRADOR ESPORTIVO?

O Tiro Esportivo é um esporte fascinante. Com o Guia do Atirador, você terá um passo a passo para solicitar seu CR junto ao Exército Brasileiro sem necessidade de contratar despachantes caros.

Compre agora sua arma, sem precisar de despachante!

-