Polícia Militar está em fase de conclusão de compras de armas para renovar arsenal – Armas Online

Foi publicado no Diário Oficial do Estado nesta sexta-feira (11), a ata de registro de preço, válida por um ano, possibilitando a Polícia Militar, no mesmo prazo, fazer a aquisição de até 8.750 unidades  da pistola  calibre .40, junto à empresa de armamentos austríaca Glock. O processo de compras de armas para renovar o arsenal da corporação começou em novembro de 2019, quando foi lançado o edital, ocorrendo à disputa entre a austríaca Glock e a italiana Beretta.

Segundo a PM, na disputa, a fábrica italiana ofereceu a melhor proposta, porém acabou reprovada nos testes de avaliação técnica, assim foi convocada a segunda colocada, Glock, que foi aprovada passando-se à  negociação de valores. O processo ficou paralisado entre os meses de março e abril, por conta da pandemia do novo coronavírus, sendo retomado em  junho, quando foi finalizado.

Na avaliação do tenente coronel Nelson Alves de Sena, Presidente da Comissão Permanente de Licitação (CPL), o novo armamento apresenta várias vantagens, no que diz respeito à tecnologia do equipamento e na eficiência no gasto público. “Gastando-se menos, pode-se obter um produto de maior qualidade. Outro aspecto de vantagem é que a arma permitirá a utilização da munição de mesmo calibre da usada atualmente pela corporação”, explica o oficial.

Segundo o comandante geral da PM, coronel José Dilson Melo de Souza Júnior, esse processo realizado no âmbito internacional  possibilitará que a PM utilize a mesma arma já usada pelas principais forças policiais do mundo. “Esse foi o primeiro processo dessa magnitude feito pela PM, de caráter internacional. É uma mudança de paradigma, no que diz respeito ao armamento de porte a ser utilizado pela instituição. A pistola vencedora é um armamento mais moderno em comparação ao que usamos hoje. Agora teremos um armamento com tecnologia em pé de igualdade com as principais forças de segurança do mundo, como EUA, Europa e América do Sul”, destaca o comandante.

Ele ainda pontua que esse mesmo tipo de armamento é usado Polícia Federal, Polícia Rodoviária Federal, PM de São Paulo e de algumas outras instituições no Brasil. Os próximos passos agora são a disponibilização de orçamento pelo governo do estado e assinatura do contrato.

Depois essa etapa, em 90 dias a empresa deverá providenciar a logística de entrega dos lotes das armas à PMPA.

(Tina Santos- com informações da Polícia Militar)




O QUE É O GUIA DO ATIRADOR ESPORTIVO?

O Tiro Esportivo é um esporte fascinante. Com o Guia do Atirador, você terá um passo a passo para solicitar seu CR junto ao Exército Brasileiro sem necessidade de contratar despachantes caros.

Compre agora sua arma, sem precisar de despachante!

-