Quadrilha vendia ecstasy em rede social e festas na Barra e Rio Vermelho – Jornal CORREIO

Oito pessoas foram presas em uma operação de combate ao tráfico de drogas-na-internet/”>drogas drogas-sinteticas/”>sintéticas na Bahia. Negociados pelo Instagram, os comprimidos de ecstasy/”>ecstasy eram enviadas pelos Correios ou vendidas em raves e boates no Rio Vermelho e Barra. Setenta e cinco policiais civis participaram da ação nesta segunda-feira (25) para drogas-sinteticas/”>desbaratinar o esquema dos traficantes.

Todos os envolvidos, que não tiveram nomes divulgados, são universitários de classe média. Um deles mora em um apartamento de R$ 3 milhões. Eles vão responder por tráfico de drogas-na-internet/”>drogas, associação ao tráfico e lavagem de dinheiro. 

A maioria das ações do grupo em uma boate do Rio Vermelho, uma na Barra e uma espaço de shows de música eletrônica na Paralela. Segundo o delegado, não foi encontrado nenhum indício de conivência dos donos dos estabelecimentos onde o tráfico acontecia. “Durante o tempo de investigação, não foi constato nada que ligue os acusados aos donos de boates,  por exemplo. Pelo contrário. Nas apurações, os presos bolavam estratégias para burlar a fiscalização desses lugares”, disse o delegado. Já as festas raves terão “uma investigação mais aprofundada”.

(Fotos de Alberto Maraux/SSP)

(Alberto Maraux/SSP)

(Alberto Maraux/SSP)

(Alberto Maraux/SSP)

“Para se ter uma ideia do montante, numa festa rave/”>rave, eles vendiam 600 comprimidos.  Cada comprimido era vendido no início da festa por R$ 35 e R$ 40. No meio da festa, considerado o ápice, cada comprimido era comercializado a R$90″, declarou o delegado Alexandre Galvão.

Os mandados de prisão foram cumpridos em Salvador nos bairros do Rio Vermelho, Graça, Corredor da Vitória e Bonfim, além do Presídio Salvador, onde um dos alvos já estava preso por tráfico de drogas-na-internet/”>drogas. Em Lauro de Freitas, houve uma prisão em Vilas do Atlântico. Além disso, houve mandados de busca e apreensão em Salvador, Feira de Santana e São Sebastião do Passé. O suspeito que já estava preso por tráfico está detido desde que foi flagrado há três meses com 4 kg de haxixe. 

Durante o cumprimento dos mandados, algumas pessoas  que estavam com os alvos foram levadas para o Departamento de Homicídios e Proteção à Pessoa (DHPP) para serem ouvidas. Segundo apurou o CORREIO, entre essas pessoas está uma blogueira, namorada de um dos presos. A operação ainda apreendeu uma BMW, uma moto Holiday e um Renault Kwid.

“Eles estavam hibernando. Como as festas particulares e boates estão proibidas, por conta da pandemia, eles estavam se preparando para o retorno”, contou o delegado. “Existem outras pessoas que estão sendo investigadas e que as prisões foram solicitadas”, acrescenta, sinalizando que as investigações duraram um ano e meio. Ele diz ainda que a Bahia não tem tradição na produção de drogas-na-internet/”>drogas drogas-sinteticas/”>sintéticas e que elas chegam ao estado vindos do Sul ou de fora do país.

Os Correios garantiram que trabalham em parceria com os órgãos de segurança pública para prevenir o tráfico de itens proibidos através do serviço postal. A empresa pública informou que os empregados atuam visando identificar postagens cujo conteúdo estão em desacordo com a legislação e quando um objeto proibido ou ilícito é detectado, os órgão competentes são acionados. “Muitas das operações policiais começam por apreensões realizadas pela fiscalização dos Correios”, disse.




O QUE É O GUIA DO ATIRADOR ESPORTIVO?

O Tiro Esportivo é um esporte fascinante. Com o Guia do Atirador, você terá um passo a passo para solicitar seu CR junto ao Exército Brasileiro sem necessidade de contratar despachantes caros.

Compre agora sua arma, sem precisar de despachante!

-