Vereadora negra eleita em Joinville recebe novas ameaças de morte

A vereadora eleita de Joinville Ana Lúcia Martins (PT) recebeu, neste domingo (22/11), novas ameaças de morte. Desta vez, as ameaças chegaram por e-mail, com cópia para jornalistas, para a Ordem dos Advogados do Brasil (OAB) e o Tribunal de Justiça.

As injúrias chegaram após o mandado de busca e apreensão feito pela Polícia Civil na casa de um suspeito pelos primeiros ataques realizados no dia 15 de novembro, durante a apuração do primeiro turno.

Desde que foi eleita, Ana Lúcia tem sido alvo de ataques racistas e ameaças de morte. A professora e servidora pública aposentada, que recebeu 3126 votos, é a primeira mulher negra eleita vereadora na história de Joinville.

Conteúdo das mensagens

O conteúdo das novas ameaças é ainda mais grave. “Sua aberração. Macaca fedorenta, cabelo ninho de mafagafos. Enquanto você ganha um salário de vereadora apenas por ser uma macaca, eu estou desempregado e vivendo do auxílio emergencial (sic)”, escreveu o criminoso.

Além da injúria racial, ele informa ter o endereço da vereadora e diz que nada vai impedi-lo de matá-la. “Eu juro, mas eu juro que vou comprar uma pistola 9 mm no Morro do Engenho aqui no Rio de Janeiro e uma passagem só de ida pra Joinville e vou te matar. Eu já tenho todos os seus dados e vou aparecer ai na sua casa (sic)”, ameaça.

“Depois de meter uma bala na sua cabeça e matar qualquer um que estiver junto com você, vou meter uma bala na minha cabeça. Não adianta avisar a polícia ou andar com seguranças. Nada no mundo vai me impedir de te matar e me matar em seguida (sic)”, diz o criminoso.

Outros casos

O vereador eleito pelo Novo Alisson Julio, que também recebeu o e-mail com as ameaças contra Ana Lúcia, registrou uma ocorrência, e divulgou o caso em seu perfil no Twitter. Após a denúncia, ele também passou a ser ameaçado e discriminado por sua deficiência — Alisson é o primeiro cadeirante eleito para a Câmara de Vereadores de Joinville.

O mesmo autor das ameaças contra Ana Lúcia Martins enviou dois novos e-mails, novamente com cópia para jornalistas, OAB e Tribunal de Justiça.

“Meu nome é este mesmo. Não é endereço de email não é ficticio não. Se eu sair dessa vivo eu vou te matar também pra você deixar de ser otário. Eu avisei pra não chamar a polícia, não foi, seu filho de uma puta. Quer dizer que você fez BO? Minha esposa está com câncer, eu estou vivendo de auxílio emergencial e vocês ai com a vida boa por serem aberrações? Se vocês entrarem em contato com a polícia eu vou ficar sabendo. Se a polícia ou qualquer pessoal vier atrás de mim eu vou negar tudo. Fica esperto Alisson, agora você também está na minha lista e também vai morrer se eu conseguir matar a Ana e sair vivo da casa dela. Eu também tenho seu endereço seu vacilão” (sic).

No segundo e-mail, o criminoso escreve no título: “EU VOU TE MATAR, ALISSON”. No texto, Alisson é ameaçado e discriminado por sua deficiência, o que indica que seja mais um ataque de neonazistas. “SUA ABERRAÇÃO!! ALEIJADO MALDITO! EU AVISEI QUE SE VOCES FOSSEM NA POLÍCIA EU IA FICAR SABENDO! Pois agora você vai morrer também. Vai morrer por ser uma aberração ajeijada. Dei um crédito por você ser branco, mas você pisou na bola. Fique esperto, assim que eu matar aquela macaca fedida, eu vou te matar também. Depois vou meter uma bala na minha cabeça” (sic).

As novas ameaças foram imediatamente encaminhadas à Delegacia de Proteção a Criança, Adolescente, Mulher e Idoso, que investiga o caso. Por conta das ameaças, Ana Lúcia está reclusa, inclusive não participou do ato realizado em sua defesa realizado no dia 20 de novembro, dia da Consciência Negra.

A vereadora solicitou formalmente proteção pessoal à Secretaria de Estado da Segurança Pública de Santa Catarina. O Conselho Estadual dos Direitos Humanos também fará solicitação.

Vereadora Ana Lúcia Martins

0

 




O QUE É O GUIA DO ATIRADOR ESPORTIVO?

O Tiro Esportivo é um esporte fascinante. Com o Guia do Atirador, você terá um passo a passo para solicitar seu CR junto ao Exército Brasileiro sem necessidade de contratar despachantes caros.

Compre agora sua arma, sem precisar de despachante!

-